terça-feira, 21 de abril de 2009

SONHOS

No sonho me deixei ir
pelos caminhos do meu sentir,
daquela madrugada,
troquei os pesadelos
por sonhos
troquei as nuvens pelo sol.

Os dias cinzentos,
pelo arco-íris,
e por estrelas cadentes.

Os pesadelos estão involtos
em nuvens cinzentas
os sonhos envoltos
em magia,
casei a chuva, com o sol,
e dessa união
perfeita
surgiu um arco-íris
colorido,
que fazia as crianças
sorrir.

As nuvens eram passageiras,
o sol era permanente,
a lua era permanente
e as estrelas também,
e o sol não se escondeu
e amanheceu num sorriso
dum dia sereno.

Isabel Cabral

23 comentários:

  1. Isabel
    Que maravilhoso teus sonhos serem prefeitos arco-iris,que maravilhoso texto/poema seu.
    Palavras que entrenecem a alma,o nosso espirito.
    E serenamente fiquei encantada...

    Bjs cheios de luar

    ResponderEliminar
  2. Olá Isabelita

    À nossa volta tudo é permanente, só o nosso estado de alma muda, mas o arco-íris anuncia a aliança entre nós e o mundo criado.

    Beijinhos:)
    Isabel

    ResponderEliminar
  3. Olá Isabel
    Como escreve a Senhora "Artista Maldito" Tudo é permanente e muda o estado da alma. Que a nossa vida seja, e já sendo um arco íris, pois saboreemos as cores de cada dia.
    Um Bom Dia para a menina.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Há uma ternurinha para si, Isabel, aqui:

    http://baumgartl.blogspot.com/

    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    À nossa volta nem tudo é permanente, Artista Maldito! Há estados de alma muda, que nunca mudam, mas "o arco-íris anuncia a aliança entre nós e o mundo criado." é poesia pura!

    ResponderEliminar
  5. Teresa eu fui buscar o selo do dia da terra, não sei se é esse???
    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Isabel

    Muitas coisas se fundem umas nas outras. Aqui os pesadelos fundiram-se nos sonhos, as nuvens no sol, o casamento da chuva com o sol fundiu-se no arco-íris e um sorriso num dia sereno.

    Já levei o teu selinho, não fosse ele fugir... rsrs
    beijinhos e cuidado... não andes à pressa, pelo menos para o meu lado

    MV

    ResponderEliminar
  7. Obrigada, Isabel pelos seus poemas, onde se vê a eterna criança que há em si, que lhe permite ver a vida com olhos de sonho e de sorriso.
    Obrigada, pelo abracinho, que é um mimo, que nunca esquecerei. Incrível, como fazemos amigos, desconhecidos e porém tão próximos.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Isabel, obrigada por este selinho onde a magia acontece.
    Um pesadelo que se tranforma num sonho mágico, só pode ser magia.

    Beijo.
    Fátima

    ResponderEliminar
  9. Olá Isabel,

    Muito belo o seu poema.

    Evidencia tanta sensibilidade...

    Um abraço, boa amiga
    Viviana

    ResponderEliminar
  10. Parece que o sol começa a brilhar e com ele a esperança!
    parabéns
    Beijinhos
    Licas

    ResponderEliminar
  11. Ó chamateia que fala da saudade
    Ó canção que pões um brilho nos olhos
    Ó mulher que tens a forma da viola
    Ó que espalhas paixões aos molhos

    E o cantar da meia-noite
    A todos encanta e seduz
    Cantar até que morra a voz
    Cantar até que haja luz


    Vem tocar uma Viola de dois corações



    Mágico beijo

    ResponderEliminar
  12. Isabel, que bem retratada que está, neste lindo poema, a beleza da vida. E a música, de que muito gosto, transporta o nosso imaginário. Que bom seria se todos nós conseguíssemos orientar os nossos pensamentos para que a vida fosse um sonho e não um pesadelo. É que nós temos mesmo a capacidade de fazer acontecer. E é tão simples: enquanto ocupamos o nosso pensamento com situações bonitas e boas, não fica lugar para as coisas más e deixamos o sonho acontecer.
    Obrigada pelo abracinho, é mesmo fofo. Apetece apertar, abraçar, aconchegar.

    Devolvo o abraço,
    Maria Emília

    ResponderEliminar
  13. Que arte a tua para conseguires transformar pesadelos em sonhos tão lindos.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Isabel, como sempre, muito inspiradíssima.
    Parece-me uma fonte inesgotável.

    Parabéns!

    Abraços

    ResponderEliminar
  15. Obrigada Isabel pelo "Abracinho".

    Que bom que é receber um abraço de uma pessoa linda, como a Isabel!...

    Um abraço

    viviana

    ResponderEliminar
  16. Boa noite e parabéns pelos momentos de prazer de ler que nos dás!
    Beijinhos para todos
    Alcinda e Rui

    ResponderEliminar
  17. Há sonhos que são mágicos e ficam gravados na memória....
    Lindo....
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Mata

    ResponderEliminar
  18. ISABEL
    orei o selinho e o abraço...


    Hoje aqui é dia da Liberdade...deixo para ti...

    LIBERDADE


    Liberdade…
    Felicidade de ser…
    Felicidade de estar…
    Felicidade de saber ser…
    Cortar amarras…
    Deixar prisões…
    E alargar o amor…
    Para vencer a liberdade…

    Ser livre e livre…
    Estar solto…
    E saber dar valor…
    Ao melhor…
    Que a vida lhe deu…
    E que é tão pouco..
    Pois é apenas…
    A sua Liberdade…


    Lili laranjo

    ResponderEliminar
  19. Boa noite Lili Laranjo, muito obrigada pelo poema.
    Gostei muito, de facto a nossa Liberdade é sempre a nossa liberdade!!!
    Beijo
    Isabel

    ResponderEliminar
  20. Como disse o poeta «o sonho comanda a vida»!
    Não podemos dexar que assim não seja :)

    E que os teus poemas se fçam sempre, assim, luz :)

    Beijinhos, Isabel e obrigada pelo abraço que retribuo, com muita admiração...

    ResponderEliminar
  21. Olá Isabel, passei pelo seu Mundo de Sorrisos e adorei.
    O sonho comanda a vida e dá-nos asas para os tornarmos realidade.
    Trocar o que nos preocupa e faz sofrer pela aceitação e alegria faz de nós aquilo que verdadeiramente somos: seres de luz em permanente transformação.
    Me adicionei aos seus seguidores…espero que não se importe.
    Um abraço
    canduxa

    ResponderEliminar
  22. Oh, desculpe Isabel...estava com o endereço da minha filha Filipa.
    Canduxa

    ResponderEliminar